Arquivo da tag: red hot

Estilo “Ah, muleque”

Pessoas com incríveis habilidades motoras para dançar enviam seus vídeos para o Pânico na TV pra mostrar a dança do “Ah, muleque“, criada pelo querido Charles Henriquepédia. Alguns fazem os vídeos para aparecer, outros fazem meio “sem querer”, como é o caso do vocalista de uma certa banda cover de Red Hot Chilli Peppers que vimos dias atrás (ontem).

Quando você vai pra um show de uma banda cover, você espera que a voz do cara seja parecida com o original, o cabelo seja parecido, o figurino da banda seja (no mínimo) igual…

No auge de nossa embriaguês, vimos a banda subir ao palco e foi assustador… O vocal tinha até as luvinhas parecidas com as do Anthony Kiedis, o baterista com aquele macacão esquisito e a boina também. Mas as semelhanças pararam por aí. O baixista (muito louco!) tinha dreads que iam até a cintura quase e presença de palco tendendo a zero! O guitarrista precisava ser viciado em heroína pra ficar igual, mas aí damos um desconto.

Mas nos momentos de maior empolgação, o vocal arriscava um embalo lateral, com seu corpo de Anthony Kiedis depois da feijoada e da leitoa assada (ou o Anthony Kiedis depois do água viva), que lembrava a famosa dança do “Ah, muleque”!!! E toda hora que ele arriscava seus passos, os retardados que estavam (bêbados) assistindo o show faziam a tal dança pra tirar uma onda.

Foi, no mínimo, engraçado de ter visto esse povo dançando assim, sem entender porquê faziam tal dança. Mas como a gente tava no grau da mais alta embriaguês, ninguém se sentiu constrangido por ter dançado assim!

Em tempo (como fazem os colunistas sociais): O pessoal ficou imaginando (não me pergunte porque) como as VACAS jogariam Curling, as poses, as “vassourinhas” esfregando o chão pra fazer curva nas pedras… Juro que não sei da onde tiraram isso da cabeça naquela hora!

Infelizmente não temos um vídeo da performance do vocalista, mas até pensamos em gravar e tirar o áudio original e colocar um “Ah, muleque” de fundo… Ia ser “uó”!

Aí sim hein, muleque!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cachaça

ah não, Anão!

O Anão de Mobilete

Tudo começou com um anúncio de que iria rolar o Show das Velhas Virgens aqui nas redondezas, no sábado passado, numa chácara distante….

Era pra ser um festival, muitas bandas, muito Rock’n’Roll e muita bebida pra galera se refrescar – afinal, tava quente pra diabo!

Começamos a beber em casa, lá pelas 16h e o show das Velhas só começaria 1h da matina, e nessa brincadeira já se foi uma fardinho de cerveja. A carona chegou e partimos rumo ao evento, num carro lotado e sem saber direito o caminho a ser rumado.

Sem saber o que nos aguardava, fomos logo entrando e o som já estava rolando, bem alto. Para nossa surpresa, uma das bandas que deveria ter começado a tocar horas antes nem havia subido ao palco ainda.

O festival começou pra gente com uma bela de uma facada, pagando R$ 3,00 por cada latinha de Skol meio gelada. Eram apenas 19:30 da noite e agüentar até o show das Velhas sóbrio não ia dar certo, mas bebendo em ritmo acelerado também não seria possível pelo preço absurdo da bebida na festa.

A primeira banda que vimos foi um Red Hot Chilli Peppers Cover, animado, bem ensaiado e só tocaram as mais famosas como Californication, Other Side, Suck my Kiss, entre outras. Só não rolou uma daquelas que ninguém conhece, só fã de Red Hot.

Eu queria ter ficado mais embriagado, ter escutado mais bandas, mas foi ao fim do primeiro show que começou a “putaria”. Um dos integrantes da próxima banda que subiria ao palco foi avisado que não iria receber o cachê e o resultado foi uma banda indo embora… A próxima banda também foi avisada que não receberia o pagamento combinado e nem chegou ao local.

A negociação com a quarta banda foi bastante complicada e eles também desistiram de tocar no tal festival. Sendo assim, após R$ 18,00 reais gastos com bebida semi gelada, R$ 2,00 com o estacionamento e uma banda completando o show até o fim, fomos avisados que nem as Velhas Virgens poderiam receber o cachê…

Foi o maior desespero ver as pessoas todas querendo o dinheiro de volta, o tal desorganizador não estar presente também frustrou a galera, e todo mundo queria linchar o tal Anão de Mobilete.

Só pra constar, o cara do estacionamento já tinha sumido no mundo quando recebemos a notícia de que não iria ter mais shows, logo, ficamos sem a grana do estacionamento e aguardamos até agora uma resposta da desorganização do evento pra saber quando receberemos a grana de volta.

Voltamos para o centro da cidade pouco mais de 21h, comemos, bebemos até umas 2h da matina e, desiludidos, voltamos a nossos lares sem show das Velhas Virgens!

Da próxima vez que ouvirem falar deste tal Anão de Mobilete, nem se deem o trabalho de gastar seu tempo indo em algum evento promovido por este ser, façam qualquer outra coisa de suas vidas!

2 Comentários

Arquivado em Sem categoria