Arquivo do mês: junho 2010

Falando sobre Copa

Sim, falar sobre a copa do mundo…

Deve render umas boas vizualizações no blog.

Então vamos lá:

Estava eu vendo um joguinho fraco, daqueles que não dá vontade de ficar acordado.

Tive uma ideia fantástica: Pegar uma loura gelada e ser feliz!

Virei a latinha guela abaixo.

Peguei outra latinha, meio quente.

Assisti um pouco do jogo.

Levantei do sofá.

Coloquei o amendoim pra torrar.

Voltei pro sofá com outra latinha.

Coloquei no canal do boi.

Peguei outra garrafa.

Juntei um pouco do amendoim com sal e voltei pra sacada.

Tomei outra dose e sentei no sofá.

Desliguei a TV pq as vuvuzelas já estavam enchendo o saco!

Tentei apagar o princípio de incêndio por causa dos amendoins (esquecidos) no forno.

Sem sucesso na tentativa de apagar o fogo, o vizinho chamou o corpo de bombeiros.

Desci pra não morrer cozido naquele forno que ficou meu apartamento.

Senti que tava faltando alguma coisa: Minha latinha ficou lá em cima!!!

Fui ao mercado e comprei uma garrafa de Ypióca Oro.

Cansei de andar e parei numa Lan House pra fuçar na internet enquanto esperava a preguiça passar.

Contei uma lorota num blog e fui pra casa dormir feliz e contente.

Chegando em casa, vi uma puta zona e um carro dos bombeiros.

Puta merda! Lembrei que minha casa tava pegando fogo…

E o jogo?

Ah sim, ficou Zero a Zero e o Dunga ainda achou que o time foi bem!

Um abraço.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em cachaça, Cana, Conto

Xingadores e brigões

Ah, talvez não seja culpa da cachaça, mas sempre tem alguém que perde as estribeiras durante uma entrevista gravada ou ao vivo.

Os dois últimos (e com maior destaque na mídia) foram o deputado Nelson Trad (PMDB-MS) e nosso querido Dunga, técnico da seleção brasileira.

Confesso que o fato de Dunga ser grosseirão durante coletivas não é impressionante nem assustador. É coisa de técnico mesmo, muitos deles não tem paciência pra esse tipo de coisa e não há muito o que ser feito…

Mas impressionante foi saber o que aconteceu durante a gravação de uma parte que iria/foi ao ar no programa de ontem (CQC) da Band.

Como sabemos, o CQC gosta de “cutucar” políticos e pessoas públicas em geral, só pra ver a reação de cada um e, em alguns programas, essas “cutucadas” são pertinentes, como foi o caso com o deputado Nelson Trad. Neste quadro apresentado pelo programa, as assinaturas seriam para incluir a nossa querida cachaça na cesta básica e uma das assinaturas coletadas foi a de Nelson Trad, que nem sequer leu o conteúdo da proposta… Neste link você assiste os vídeos e lê a matéria na íntegra.

Em tom de frustração, despeço-me de meus amigos-leitores!

Deixe um comentário

Arquivado em cachaça

A maior do mundo

Olá, cachaceiros e ressaquentos!

Acho que essa foi a maior ressaca de todos os tempos. Ficamos off por muitos (um mês e 10) dias, mas agora os posts terão um intervalo maior mesmo.

Pra voltar, segue uma música de uma banda recém-descoberta pelos cachaceiros deste blog:

As letras:

Can you hear me out there loud and clear
Saddle up them bottles and let’s get out of here

We’re all aboard the alcohol express tonight
Drinking every single thing that’s in sight
So don’t wait we won’t be home tonight

Yes it’s true
Alcohol I love you

Yeah well there’s gonna be a whole lotta hell to pay
But I can I pay you on pay day

We’re all aboard the alcohol express tonight
Drinking every single thing that’s in sight
So don’t wait we won’t be home tonight

Yes it’s true
Alcohol I love you

“Satchel for the youngest son!”

We’re all aboard the alcohol express tonight
Drinking every single thing that’s in sight
So don’t wait we won’t be home tonight

Yes it’s true
Alcohol I love you

Cheers e até a próxima!

Deixe um comentário

Arquivado em cachaça