Diário da Cachaça

Buenas, meus caros amigos!

Sei que às vezes o Crônicas mais parece um diário do que um lugar para se relatar histórias de bêbados mas a verdade é que, se fossem contadas várias dessas histórias todos os dias, em um mês não teríamos mais o blog!

É fato que a Sexta-feira nos aguarda sempre com uma boa surpresa e dessa vez não foi diferente. Alguns goles a mais, alguns chopes extras e está feita a merd*!

Mal o fim de semana começou e já sentimos o peso da ressaca (moral ou não)!

Acorda-se 7h da matina, joga uma água na cara pra ver se acorda, dá uma mijadinha e toma um banho.

Você sai de casa, 8h da manhã pra ir pra aula na Universidade. Toma um café master no bar da esquina (ou padaria) e pega o próximo ônibus (lotado, claro) pra chegar na hora e não perder a chamada, mas é claro que isso depende de quanto tempo o maldito ônibus levou pra chegar à Universidade. Assiste, impaciente, aos 4 tempos de aula com direito à incríveis 15 minutinhos de intervalo (que não dá nem pra fumar um cigarrinho), almoça e vai pro estágio, ou trabalho, ou casa. 18h e você já está exausto, mas hey! Hoje é Sexta-feira!

Chegando em casa, nem dá tempo de tomar banho ou comer alguma coisa (apesar de estar “varado” de fome) e você se manda pro happy-hour mais próximo (e barato) e começa a saga novamente!

Contente com o serviço do happy-hour e depois de duas horas de chope você volta pra casa, toma banho e dorme (com fome). NEM FODEN**!!!

Impulsionado pela embriaguez e pelo estômago vazio, você é o primeiro infeliz a dizer que quer tomar mais umas e carrega seus ébrios amigos até o bar mais lazarento que se tem notícia da região, o Pé na cova!

Este simpático bar será palco de inúmeras histórias deste querido blog, assim como Miguel será o protagonista de vários causos.

Chegando ao destino você se pergunta: “Por que diabos eu escolhi parar aqui?!”

Mas mesmo assim você é forte, pede uma cerveja e uma porção de batatas em conserva, depois de pepinos em conserva, salsicha em conserva, cebolinhas, manda um amendoim com alho desidratado e, quando o estômago não aquenta mais, volta pra casa.

E no fim, você acaba descobrindo que seu fígado pode ser total-flex mas seu estômago é tão frágil que você acaba dormindo abraçado na louça do banheiro (se teve tempo de chegar até lá pra fazer a sujeira) chamando o Hugo, o Wallace e o Juca vez ou outra só pra não perder o costume e vai pra cama só depois das 6h da matina com a cabeça e o estômago vazios!!!

Acorda no outro dia pensando e promete nunca mais fazer isso na sua vida! Mas se formos observar o post da semana passada foi exatamente isso que aconteceu!

Só nos resta continuar a saga no sábado e curtir uma ressaca no domingo!

Tenham todos um bom fim de semana cheio de histórias!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cachaça

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s